Diário de viagem: 4º dia na Islândia

Este foi um dos dias que eu mais gostei na Islândia, porque foi dia de Golden Circle. Para quem não sabe, o Golden Circle é o nome da excursão mais procurada/realizada da Islândia. É feito em um dia e são aproximadamente 300 km. Consiste em 3 atrações:  Þingvellir national park (boa sorte para conseguir dizer a primeira palavra), a cachoeira Gullfoss (também conhecida por “Golden fall”) e o Vale Geotérmico Haukadalur (ou sem cerimônia: o local dos geysers). Ao contrário da maioria das pessoas, nós começamos pelos Geysers e não pelo National Park, mas vai dar tudo ao mesmo. Para nosso azar estava a chover imenso e um frio de rachar o bico, então…foi azar mesmo. Por isso, as fotos não estão lá grande coisa.

Vale Geotérmico Haukadalur

DSC_0806 DSC_0807 DSC_0809 DSC_0818 DSC_0819 DSC_0827Neste vale (sim isto é um vale), existem vários geysirs: o Grande Geysir (infelizmente decidiu andar meio inativo e explode muito raramente), o little geyser e finalmente o geyser Strokkur (que explode +/- entre 3 a 10 minutos, sem férias marcadas ainda). Na minha opinião, é uma experiência única vê-los a explodirem aquela água extremamente quente. Gente, é água aquecida pelo centro da terra, que de um momento para o outro dá um “espirro” e alcança alturas bastante impressionantes! A única coisa que correu mal foi o mau tempo, por isso não ficamos muito tempo por lá.

Pelo caminho passamos por uns cavalos muito lindos, e eu não resisti a tirar uma foto deles. Gente, eles pareciam modelos, já com pose e tudo! Dá uma olhada!DSC_0878DSC_0881DSC_0879DSC_0877

Cachoeira Gullfoss

Independentemente de começar no parque nacional ou nos geysirs a segunda parada é sempre (acho eu) a cachoeira Gulfoss. Uma curiosidade: foss significa cachoeira ou queda de água, ou seja todas as cachoeiras/quedas de água acabam por foss. A chuva já tinha parado o que tornou a visita muito mais agradável. Eu já tinha lido várias coisas sobre esta cachoeira, mas ao vivo é sempre diferente. E digo uma coisa: meteu respeito. Ela é considerada a maior cachoeira da Europa (…como das mais lindas). Nos dias de sol de sol é possível ver um lindo arco-íris por cima dela.  Algumas fotos não ficaram muito boas por causa que ainda estava meio nublado.. DSC_0902DSC_0988DSC_0926DSC_0933DSC_0938DSC_0939DSC_0942DSC_0943DSC_0945DSC_0946DSC_0947DSC_0950DSC_0952DSC_0955A cachoeira de vários ângulos, vários… :p

Þingvellir national park

A última parada (já de noite) foi no parque nacional Þingvellir. Lá já aconteceram vários eventos históricos (do passado, é claro!) que os islandeses consideram muito importantes. Por isso, o lugar é bem sagrado, e um pormenor: não têm nenhum papel jogado no chão ou na natureza. Fiquei muito impressionada com o cuidado que os islandeses têm para com o país deles. Não nenhum sinal de poluição. Uma nota: se você for viajar pra Islândia, não poluía. Aliás devia ser assim em todo o lugar! Bem, mas tirando isso o parque é super bonitinho. Fica situado entre duas placas tectônicas (americana e europeia). É possível fazer um mergulho (até aproximadamente 28 metros) entre elas.  Eu não fiz esse mergulho, porque não me apeteceu congelar em água a 4ºC. Brincadeira… só não fiz por falta de tempo mesmo.DSC_1063 DSC_1065 DSC_1066 DSC_1067 DSC_1073 DSC_1074 DSC_1078 DSC_1079 DSC_1080 DSC_1081 DSC_1086 DSC_1087 DSC_1088 DSC_1089DSC_1094 DSC_1090 DSC_1093 Gente eu amei essa fotooo :).

Até o próximo post!

Beijos da Ju ♥

 

Anúncios

2 comentários sobre “Diário de viagem: 4º dia na Islândia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s