À procura de Alaska: Li e achei…

Nova Imagem

…que estou completamente apaixonada pela escrita do Jonh Green. Gente, super amei o livro. A escrita do autor é super descontraída. Claro que há aquelas partes em que é necessário mais atenção para conseguirmos compreender melhor, mas de resto, é numa boa. Este é o 3º livro que eu leio do Jonh Green e digo com toda a certeza de que não me desiludiu. Ele é daqueles livros que misturam um monte de sentimentos: numa hora estamos a rir-nos todos contentes e no minuto a seguir a chorar como bebés. Por isso um conselho: Não leia este livro em lugares públicos, porque senão as pessoas vão achar que você é louco (rindo).

DSC_0037

A personagem principal é Miles Halter, um rapaz de 16 anos que está super entediado com a sua vida. Ao contrário dos outros adolescentes Miles é muito caseiro e gosta muito de ficar em casa a ler biografias de escritores famosos. Mas a sua grande paixão é decorar e colecionar as últimas palavras de cada um desses escritores. Doido né? Porque Miles nunca lia nenhuma das obras deles, apenas a sua biografia e claro as suas últimas palavras. Até que ele decide abandonar o ninho familiar para ir viver para um colégio interno para ir em busca de si. Ou seja da sua personalidade e dos seus ideais. Mesmo sendo um adolescente fora do comum, Miles sonha em ter uma vida igual a dos outros adolescentes, fazer as mesmas coisas que eles, tal como o seu pai que já tinha estudado naquele mesmo colégio. E mesmo ele negando para todos (incluindo ele próprio), Miles tinha escolhido aquele colégio por causa disso, ele queria ser como outora o pai tinha sido, viver as mesmas aventuras que ele. Nesse colégio, Miles conhece Coronel, Takumi e a misteriosa Alaska. Uma rapariga que faz com que Miles se apaixone perdidamente por ela. O que será que vai acontecer durante este ano no colégio?

Amei este livro.

Beijos da Ju ♥

Anúncios

Leitura de Praia: Na prancha de bodyboard

Quem nunca chegou numa praia com sua prancha de bodyboard ansioso por apanhar grandes ondas, e no fim o mar não ter ondas? Pois foi bem o que aconteceu comigo… Azar mesmo… Mas que interessa? Na verdade foi um dia de praia memorável, a praia era linda, o mar super limpo e o tempo melhor ainda. Achei logo outra coisa (pra além de nadar) que me apaixonou completamente.: Ler, com os pés no mar em cima da minha prancha. Ai que gostoso…  Com prancha ou sem prancha aquilo foi uma delícia… Então vamos experimentar?

DSC_0486

DSC_0513

DSC_0448

Bom tempo+ Praia perfeita+ Livro que a gente ama = Dia perfeito ❤ né? 

 

Beijos da Ju ❤

Meus livros preferidos que originaram filmes

Oi gente, estou de volta e pra falar dos meus livros preferidos que originaram na minha opinião grandes filmes que eu amooo….Vcs de certeza conhecem: -A culpa é das estrelas- Um livro bastante interessante com um final imprevisível ao contrário de vários livros que eu já li, e como eu estava a dizer originou um filme melhor ainda. Os dois atores fantásticos  facilitaram a realização do filme, sinceramente aconselho a ler e a ver o filme ;).

a culpa das estrelas

O livro e o filme

A menina que roubava livros- Ai gente aconselho mesmo, eu vi primeiro o filme e foi amor à primeira vista… Ok, eu admito… sim é bastante triste principalmente o filme (chorei baba e ranho…ahahah), mas é uma história muito bem feita que admiro muito.

O livro e o filme

O livro e o filme

Bem já está tarde…. Vou sambando pra minha caminha 😉 Boa noite Beijos da Ju